Além do aprendizado técnico, o que fará você se destacar no mercado da tecnologia?

O que fará você se destacar no mercado da tecnologia?

O número de profissionais de tecnologia deve aumentar nos próximos anos, atendendo a essa crescente demanda de profissionais. Mas, além do aprendizado técnico, o que fará você se destacar no mercado da tecnologia? Ou seja, o que será (já é) preciso, além da competência e da formação técnica, para se destacar perante um “mar de pessoas formadas”?

Quando o assunto é o mercado de tecnologia, falamos de um setor que cada vez mais tem uma demanda por profissionais qualificados, onde, a tendência é de que essa exigência por perfis cada vez mais completos aumente, alterando também os formatos de contratações. Uma das novas formas de contratação no mercado de TI é a corporativa: muitos cargos, que antes eram oferecidos como serviços por empresas especializadas, estão sendo incluídos nos organogramas das próprias empresas, que, por sua vez, estão criando suas próprias áreas de tecnologia. Esse novo local de trabalho exige do profissional mais do que habilidades técnicas. E os recrutadores cada vez mais analisam também quais são as habilidades comportamentais dos candidatos, colocando as soft skills como fator decisivo na hora de escolher entre dois (ou mais) profissionais com formação e experiência técnica altamente qualificadas.

O propósito da Blue é ajudar nossos estudantes a entrar no mercado de trabalho e, por isso, demos muita relevância ao desenvolvimento das soft skill na proposta pedagógica da nossa formação. Nós entendemos a necessidade, por parte das empresas, da mão de obra técnica, mas também sabemos da importância de um bom perfil comportamental. Em nossas aulas são inseridas situações do cotidiano a partir do primeiro semestre e, nos últimos 6 meses do curso, focamos no desenvolvimento desse aprendizado com matérias específicas que abordam as soft skills.

E para quem já quer se preparar para este nosso mundo cada vez mais conectado e que, por um tempo, ainda obrigará as pessoas (que puderem) a trabalhar de casa (ou em times híbridos), recomendo duas soft skills. Primeiro, a organização, que é um dos principais pontos observados por recrutadores e empregadores, pois é onde a pessoa demonstra como faz consegue fazer a gestão do próprio tempo e se destaca pela pontualidade nas entregas. E segundo a comunicação, que é um desafio para quem não se adapta, pois as entregas remotas precisam de um alinhamento e um entendimento ainda mais claros, para evitar problemas nos resultados. 

Quer se preparar para o mercado da tecnologia com uma formação 360º que traz conhecimento de ponta e atividades práticas sobre as hard skills da programação, ao mesmo tempo que ensina você a ser um colega e funcionário melhor, potencializando suas soft skills? Conheça a Blue e venha ser um Bluemer! Lembre que, se bem desenvolvidas, as soft skills colocam os candidatos à frente na disputa por uma vaga e ajudam os já empregados a se destacarem em uma equipe de trabalho.

Posts relacionados

Mercado de Trabalho: O que é lógica de programação?

Mercado de Trabalho: O que é lógica de programação e sua importância na carreira de profissionais de TI

Lógica de Programação nada mais é do que a maneira como são inscritos os programas de computador. Essa escrita é chamada de Algoritmos, que são as sequências de ações a serem executados por um software para obter um determinado objetivo ou executar uma tarefa. Ou seja, Lógica de Programação é a linguagem utilizada pelos computadores. […]

Resiliência no mercado de TI – O que é resiliência na prática?

Mercado de TI: o que é resiliência na prática?

Nem pandemia e crises econômicas parecem parar o crescimento do mercado de Tecnologia da Informação (TI). Muito pelo contrário, conforme novos desafios e problemas vão surgindo, aqui ou do outro lado do mundo, mais nos voltamos para o uso da tecnologia no nosso dia a dia, seja em casa ou no trabalho. E com o […]